Arquivo da categoria: Advento

O Natal acabou!

images (1)Triste, mas é verdade! O Natal acabou! o que existe é uma festa do mercado. Não se celebra mais o Deus da Vida, mas o deus Mamona.

Não há referências à Natividade do Senhor; aliás, Ele é cada vez mais esquecido; perde longe, no “Ibope” para o Papai Noel, que – do jeito que se representa hoje – foi uma apropriação publicitária da Coca-Cola na década de 30 do século passado.  [Para mais detalhes sobre o Papai Noel, veja a nossa postagem  “Nicolau – o Papai Noel”]

Continue lendo O Natal acabou!

A Coroa do Advento

A coroa do advento é uma tradição cristã que simboliza a passagem das quatro semanas do advento no calendário litúrgico. Originou-se como prática entre os luteranos, mas se difundiu em outras denominações cristãs, inclusive nas comunidades episcopa-lianas e anglicanas.

Geralmente é uma coroa circular ou semicircular, com quatro velas simbolizando as semanas do Advento. Pode haver uma quinta vela no centro, a qual simboliza a Natividade de Cristo. A partir do primeiro domingo do Advento, o acendimento da vela pode ser acompanhado com leitura bíblica, momento devocional e orações. A cada semana, acende-se mais uma vela, até o Natal. Continue lendo A Coroa do Advento

NICOLAU – O PAPAI NOEL

clip_image001Filho de nobres, Nicolau nasceu na cidade de Patara, na Ásia Menor, na metade do século III, por volta do ano 250. Foi consagrado bispo de Mira, atual Turquia, quando ainda era muito jovem e desenvolveu seu apostolado também na Palestina e no Egito. Ele é a Origem do Papai Noel.

Mais tarde, durante as perseguições do imperador Diocleciano, foi aprisionado até a época em que foi decretado o Edito de Constantino, sendo finalmente libertado. Segundo alguns historiadores, o bispo Nicolau esteve presente no primeiro Concílio de Nicéia, em 325.

Foi venerado como santo ainda em vida, tal era a fama que gozava entre o povo cristão da Ásia Menor. Morreu no dia 6 de dezembro de 326, em Mira. Imediatamente, o local da sepultura se tornou meta de intensa peregrinação.

São Nicolau é conhecido principalmente pelo seu carinho e cuidado para com os pobres e as crianças, já que ao receber por herança uma grande quantia de dinheiro, livremente partilhou com os necessitados. Certa vez, Nicolau sabendo que três pobres moças não tinham os dotes para o casamento e por isso o próprio pai, na loucura, aconselhou a prostituição, jogou pela janela da casa das moças três bolsas com o dinheiro suficiente para os dotes das jovens. Daí que nos países do Norte da Europa, usando da fantasia, viram em Nicolau o velho de barbas brancas que levava presentes às crianças no mês de dezembro. No hemisfério norte, dezembro é inverno. Continue lendo NICOLAU – O PAPAI NOEL