Arquivo da categoria: Meditações

DIMAS, O ZELOTE

 17 Rubens Christ on the Cross between the Two Thieves 1619-20 Oil on panel, 429 x 311 cm Koninklijk Museum voor Schone Kunsten, Antwerp The painting is also called as Pierced with a Lance. Rubens' close involvement with the resurgence of Catholicism and the struggle for power led to the production a numerous large altarpieces. His stirring baroque ideas come to the fore in The Lance, with its emotionally charged, highly plastic figures ....Web Gallery Of ArtErroneamente conhecido como “o bom ladrão”, por dificuldades de tradução e compreensão,  os companheiros de Jesus na crucificação não eram ladrões, mas criminosos políticos! A morte na cruz era a pena aplicada pelos Romanos contra quem atentava ou subvertia a ordem do Império.

Ele  era um Zelote, membro de um grupo extremista de nacionalistas judeus que lutavam contra a dominação romana na Judéia. A Igreja Latina deu-lhe o nome de Dimas; a Igreja Oriental chamou-o de Rakh.

O encontro de Dimas com Jesus acontece em um momento crítico, ambos em agonia na cruz. Crucificados, ambos estavam agonizando por asfixia, e o falar era doloroso, pois tinham de forçar o corpo, apoiar-se nos pés e erguer o tronco.  Foi um encontro de poucas e dolorosas palavras que resultou em um fato maravilhoso. Continue lendo DIMAS, O ZELOTE

O Encontro com o Ressuscitado

CristoTodo encontro com o Ressuscitado significa uma crise, porque Jesus desafia a fé das pessoas! Ele nunca é como pensamos que Ele é! Jesus nos surpreende e nos desafia.

O encontro com Cristo balança nossas vidas, muda nossa percepção do mundo, provoca a crise de nossas convicções, tira-nos da zona de conforto onde vivemos de forma vazia e sem objetivos mais amplos além de comer, dormir, sobreviver, consumir…

A origem grega da palavra “crise” significa “encruzilhada”. O momento de crise é um momento em que temos de fazer opções, ou escolher caminho ou permanecer parados na vida! Crise é uma bênção contra nossa zona de conforto e vida vazia.

Mas “crise” também pode significar “crisol – purificador”. Assim é no antigo sânscrito. Um momento de crise nos purifica de paradigmas antes tidos como absolutos, purifica nossa visão de mundo e de nós mesmos. Continue lendo O Encontro com o Ressuscitado

O Temor do Senhor

E agora, que o temor do SENHOR esteja com vocês. Tenham cuidado com o que vão fazer, porque o SENHOR, nosso Deus, não admite injustiça nem parcialidade, e também não aceita suborno.” (2º Crônicas 19.7)

Deus é justo! Sua Justiça é também misericórdia e graça. Por isso, Ele não admite nenhum tipo de parcialidade – discriminação de pessoas, opção por um determinado grupo dito especial, relações de amizade interesseira, etc. – e nem suborno: com Deus não se negocia, nem se dá qualquer jeitinho. Continue lendo O Temor do Senhor