Falsos Profetas

jeremias“ — Ah! SENHOR Deus, eis que os profetas lhes dizem: “Vocês não verão a guerra, nem passarão fome. Porque eu lhes darei verdadeira paz neste lugar.” 14 E o SENHOR respondeu: — Esses profetas profetizam mentiras em meu nome. Nunca os enviei, nem lhes dei ordem, nem lhes falei. Eles estão profetizando para vocês visões falsas, adivinhações inúteis e engano que procede do seu íntimo.”  (Jeremias 14.13-14 – Nova Almeida Atualizada – SBB)

O Profeta Jeremias nos adverte contra os falsos profetas, aqueles que prometem o que não podem e reportam a Deus o que Deus não disse!

Nosso tempo está cheio de falsos profetas, que alardeiam bênçãos, graças e milagres e nome de um Deus que, de fato não conhecem, e manipulam o texto sagrado conforme seus próprios interesses.

O que temos visto, na maioria das pregações, especialmente as televisivas, é a falsa afirmação da bênção, sem que haja uma verdadeira adoção do Evangelho, sem que haja conversão. Não é preciso crer, ou seja, ter Fé, que é um dom divino, para que uma graça seja alcançada. Basta exigir que Deus cumpra Sua promessa! É o ser humano manipulando Deus ao invés de submeter-se à Vontade Soberana de Deus.

É verdade que ao Senhor apraz conceder a Seus filhos e filhas a graça da alegria e da vida em plenitude. Mas isso não depende de beber um copo de água abençoada, ou colocar uma toalha benta na cabeça. Deus não faz mágica.

É a Magia que funciona assim: é preciso fazer algo para que a coisa aconteça. É a Magia que tem ritos para mudar a realidade; os ritos cristãos, ao contrário, afirmam a ação de Deus, não decidem o que Deus tem de fazer.

O Deus que se revela em Jesus Cristo (aliás, nome pouco dito com reverência e gratidão nesses antros de exploração da boa fé do povo) é o Deus da gratuidade e da misericórdia. Um Deus em relação conosco. Um Deus que age conosco!

Um Deus que só tem sentido na relação e na comunhão.

Rev. Luiz Caetano, ost+

(Texto publicado no Devocionário  Sementes – 31/08/2017)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.