A Celebração de Jesus Cristo, Rei do Universo

Cruz Gloriosa de Cristo ReiO Calendário Litúrgico define o Último Domingo depois de Pentecostes como Festa de Jesus Cristo, Rei do Universo.

Trata-se do último domingo do ano Litúrgico. O domingo seguinte é o Domingo do Advento. iniciando um novo ciclo do Tempo Litúrgico.

Celebrar o Reinado de Cristo ao final do Ano Litúrgico é completar o ciclo que começa com o tempo da espera da vinda do Senhor (Advento), o tempo da Natividade, a Epifania, a Quaresma, o Tempo Pascal e o Pentecostes e seus domingos seguintes. Assim, concluímos o ciclo afirmando o Senhorio Absoluto de Cristo, diante dos poderes e impérios deste mundo.Ao afirmar Jesus Cristo como Senhor do Universo estamos afirmando nossa fé, esperançando que as trevas regentes do mundo serão vencidas e o Reino de Deus será presente na História de toda a humanidade.

O Livro do Apocalipse não descreve o Reino de Deus como um outro mundo! Pelo contrário, anuncia o fim de um mundo, o mundo dos impérios e do Príncipe das Trevas, ficando aqui o Reino, quando a Jerusalém Celeste desce sobre a Terra!!! O Senhor tornará novas todas as coisas e ficarão vivos para sempre no Reino aqueles que pertencem ao Senhor, e os demais terão a segunda morte – não viverão… (cf. Apocalipse 21.1-8).

Assim, a Festa de Cristo Rei é oportunidade de confessar a Fé no Cristo, que tendo sido crucificado pelos poderes deste mundo, está ressuscitado e vivo entre nós, e congregando a Sua Igreja – seu Povo, não as instituições – em comunhão e testemunho, anuncia desta boa nova e denúncia dos poderes que oprimem e escravizam os seres humanos e toda a Criação de Deus.

Rendemos graças a Deus por concluirmos mais um ciclo do Tempo Litúrgico! E busquemos sua graça e justiça para o novo ciclo que começará no próximo domingo, o Domingo do Advento.

Rev. Luiz Caetano, ost+

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.