Sexta-feira da Paixão

crucificado indígenaHoje, Sexta-feira da Paixão, a Igreja celebra os eventos da Paixão e Morte de Jesus, mas no domingo, celebra Sua ressurreição.  Todo ano fazemos isso. Uma semana inteira para recordar os eventos que levaram Jesus, o Nazareno, a ser preso, julgado, torturado e morto pelas elites de sua sociedade e pelo Império de Roma.

Hoje, Sexta-feira da Paixão, é 19 de abril, Dia dos Povos Indígenas! A sociedade  brasileira deveria dedicar parte deste dia para refletir sobre os povos que viviam no território hoje chamado Brasil e, por extensão,  América, antes de ser invadido e ocupado pelos europeus.

Todo ano acontece o “Dia do Índio”: crianças nas escolas se pintam e colocam uma pena na cabeça “em homenagem aos índios”…  em algumas poucas localidades acontecem eventos celebrativos e evocativos sobre os povos indígenas.

Como no tempo de Jesus, as elites do Brasil – e deste continente – se  aliam ao grande Império da ganância e da acumulação, passando por cima de tudo que seja ligado aos direitos das pessoas e especialmente aos direitos dos Povos Indígenas, e também sobre os direitos do nosso Planeta.

Em nome da acumulação, para satisfazer a ganância de poucos, se destrói a Natureza, a Criação de Deus; despreza-se a Vida em todas as suas manifestações (sopro de Deus); esmaga-se a pessoa humana, imagem segundo a  semelhança de Deus, seja indígena ou não.

O povo cristão vive, na Sexta-feira da Paixão, a experiência da memória dos atos contra Jesus, que ainda hoje acontecem e se repetem no atentado à vida e à dignidade das pessoas.  Mas, o povo cristão celebrará, no domingo, a Pascoa da Ressurreição, o poder da Vida sobre a Morte, do Perdão sobre  Pecado, a restauração da Esperança e da certeza do Reinado de Deus em Cristo Jesus.

A Ressurreição, que é antevista na Sexta-feira da Paixão, pois Jesus não morre de novo mas está vivo entre nós, é  Esperança  da derrota de todos os Impérios da Morte, em benefício de toda a humanidade, sejamos indígenas ou não.

A Sexta-feira da Paixão celebra o Perdão dos Pecados, oferecida a qualquer pessoa que deseja voltar-se para o Amor de Deus e a partir dai, abrir-se para o amor a todas as pessoas e a toda a Criação.

O que você pretende fazer nesta Sexta-feira da Paixão?

Rev. Luiz Caetano, ost+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.