Arquivo da tag: Bíblia

Deus tem um propósito para mim?

pegadasSempre se diz que Deus tem um propósito para cada pessoa. Para muita gente, o problema é descobrir tal propósito de Deus.

São Tiago de Jerusalém, o irmão do Senhor, diz em sua Epístola “Sejam praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando a vocês mesmos” (Tiago 1.22). Portanto, não basta que eu ouça, leia e conheça a Palavra de Deus, mas é preciso que eu a pratique diariamente, para permanecer na presença do Senhor.

Ora, praticar a Palavra é viver de acordo com o propósito que Deus tem para minha vida. Esse propósito é meu e só meu, é especial para mim, e é disso que Deus me pedirá contas quando eu comparecer diante de Sua Glória.

Como posso então saber qual o propósito de Deus para com a minha vida? Como posso descobrir isso? Continue lendo Deus tem um propósito para mim?

Quebrando o Paradigma da Paralisia

Paraltico-17Jesus foi (é) especialista em romper paradigmas. Por exemplo, em Marcos 1.40-45, ele toca em um leproso e o cura. Todo mundo dá muita importância à cura, mas o fato mais importante do texto é que Jesus tocou o leproso! Segundo a Lei de Moisés, isso fazia de Jesus um impuro, tanto quanto o leproso. Mesmo assim, Jesus desobedece a norma, rompe o paradigma sobre impureza e coloca o homem, antes excluído, apto para viver em sociedade.

Eu gosto muito de ler, estudar e refletir o Evangelho segundo São João. Acho que é um dos livros mais fortes da Bíblia, e muito mal compreendido pela Igreja… chegou a ser suspeito de heresia gnóstica antes de ser aceito pela Igreja Antiga! Não é para menos! João apresenta um Jesus que rompe paradigmas o tempo todo, algumas vezes de forma cínica, encarando de frente os “donos da verdade”, escribas, fariseus, saduceus, autoridades religiosas e outros “especialistas em Deus” naquele tempo.

Uma das minhas perícopes preferidas é João 5.1-18, com o péssimo e errado título de “cura de um paralítico” dado pelos antigos editores da Bíblia em língua portuguesa: Continue lendo Quebrando o Paradigma da Paralisia

Uma nova identidade

paisagem_e_cruzTalvez o maior pecado da igreja contemporânea seja justamente a tentativa de “domesticar” quem Jesus venha a ser ou tenha a dizer. Domesticar significa encaixá-lo dentro de padrões que pensamos ser os corretos, os necessários. u seja: buscar explicar a Cristo, e ao Evangelho, dentro de uma ótica nossa, colocando a mensagem de Jesus a nosso serviço, explicando-a de modo a corroborar nossas próprias ações, justificar o que pensamos ou endossar nossos próprios comportamentos. Duvidam? Acontece o tempo todo.

Não era diferente para os discípulos. A grande esperança deles era libertar-se do domínio do Império Romano. Ao andarem com Jesus, e verem seus milagres, logo pensaram, naturalmente, que Jesus iria salvá-los do jugo romano. O prospecto de ver o Messias sendo sacrificado era de difícil compreensão para eles.

Como é para nós. Perdemos a real compreensão do que é levar a nossa cruz, essa senda de horror que leva o Cristo ao sacrifício de si mesmo. O sacrifício de Cristo é domesticado e reinterpretado, para nós, como pequenas concessões do dia a dia, quando na verdade, deveríamos buscar, no íntimo do nosso ser, uma completa mudança de nossas ações, de nossos gestos, de nossos pensamentos. Enfim, tornarmo-nos novos, à imagem do Cristo. Continue lendo Uma nova identidade