Arquivo da tag: espiritualidade

O Natal não acabou!

meninoJesusNa postagem anterior, havíamos dito que o Natal acabou. E hoje, quatro dias depois de 25 de dezembro,  de fato, já acabou.  O mercado agora se volta para o “Ano Novo” e depois vem o Carnaval, que na ânsia consumista deve começar pelo dia 2 de janeiro.

Os dias de hoje,  marcados pelo consumo desesperado, é a era do efêmero: de outubro  até 24 de dezembro, o mercado celebrou o Natal das compras desnecessárias, enfeites que ninguém mais sabe porque se usa, em pleno verão  celebrando o inverno.

Agora, passado o entusiasmo natalino, quando os votos de paz e felicidade já ficaram no passado,  começa o Ano Novo: “feliz ano-novo, dinheiro, paz, e saúde! saúde é que é importante, né? tendo saúde, tudo se ajeita” –é o que a gente começa a ouvir agora. Depois só vamos ouvir votos de felicidade por ocasião da quaresma, quando o mercado começa a celebrar a páscoa dos chocolates e dos coelhinhos…  afinal, não se diz “feliz carnaval”.

Continue lendo O Natal não acabou!

O Natal acabou!

images (1)Triste, mas é verdade! O Natal acabou! o que existe é uma festa do mercado. Não se celebra mais o Deus da Vida, mas o deus Mamona.

Não há referências à Natividade do Senhor; aliás, Ele é cada vez mais esquecido; perde longe, no “Ibope” para o Papai Noel, que – do jeito que se representa hoje – foi uma apropriação publicitária da Coca-Cola na década de 30 do século passado.  [Para mais detalhes sobre o Papai Noel, veja a nossa postagem  “Nicolau – o Papai Noel”]

Continue lendo O Natal acabou!

MUITO DINHEIRO PARA UM POBRE CORAÇÃO

Lucas 12.13-21 (2)O Evangelho de Lucas (12.13-21) apresenta uma situação jurídica colocada diante de Jesus, à qual ele responde com uma parábola; antes, porém, faz uma advertência contra a avareza.

O texto

12.13 […] um homem que estava no meio da multidão disse a Jesus: — Mestre, diga a meu irmão que reparta comigo a herança. 14 Mas Jesus lhe respondeu: — Homem, quem me nomeou juiz ou repartidor entre vocês? 15 Então lhes recomendou: — Tenham cuidado e não se deixem dominar por qualquer tipo de avareza, porque a vida de uma pessoa não consiste na abundância dos bens que ela tem. 16 E Jesus lhes contou ainda uma parábola, dizendo: — O campo de um homem rico produziu com abundância.17 Então ele começou a pensar: “Que farei, pois não tenho onde armazenar a minha colheita?” 18 Até que disse: “Já sei! Destruirei os meus celeiros, construirei outros maiores e aí armazenarei todo o meu produto e todos os meus bens. 19 Então direi à minha alma: ‘Você tem em depósito muitos bens para muitos anos; descanse, coma, beba e aproveite a vida.’” 20 Mas Deus lhe disse: “Louco! Esta noite lhe pedirão a sua alma; e o que você tem preparado, para quem será?”  21 — Assim é o que ajunta tesouros para si mesmo, mas não é rico para com Deus. Continue lendo MUITO DINHEIRO PARA UM POBRE CORAÇÃO