Arquivo da tag: Evangelização

Papo com um ateu

Debatendo_AteuParece piada, mas essa conversa aconteceu há muitos anos atrás, entre eu e um grande amigo que se dizia ateu. Ele era um acadêmico da área de exatas; na verdade, ele era meu professor de Cálculo de Predicados, o nome matemático da Lógica. Eu já estava estudando teologia e estava concluindo o curso de Matemática.  Vou chamá-lo de Carlos, mas na verdade ele era chinês, um grande professor e renomado matemático apesar de sua pouca idade, antes de 40 anos. Carlos era fluente em cinco línguas!

Naquela ocasião eu já era cristão. Estávamos sempre juntos resolvendo problemas de Xadrez na sala do Centro Acadêmico da Faculdade. Vez em quando ele puxava a conversa para o tema da religião.

_”Você diz que tem fé, não é, Caetano? Já imaginou se você gasta sua vida nessa fé e depois de morto descobre que Deus não existe?  Perdeu sua vida crendo numa bobagem!”

_”Já pensei nisso, sim, Carlos. E só me fez ficar mais firme na fé!”

_”Como assim?!?!” Continue lendo Papo com um ateu

Realidade Virtual e Vida Real

Solidariedade moderna 2Um exemplo de “realidade virtual”: quando brincamos com videogames, vislumbramos na tela uma paisagem, muitas vezes bonita e agradável de se olhar; figuras humanas ou seres mitológicos comportam-se como se estivessem vivos.

Há programas de computador que permitem passear pelas ruas de Salvador, Paris ou Nova York, sentados em nossas poltronas, com detalhes impressionantes. Existem “óculos eletrônicos” que dão a sensação de estarmos realmente andando nas ruas das cidades, interagindo com os personagens de jogos. Existem sensores eletrônicos que, espalhados pelo corpo, permitem que tenhamos sensações de toque, frio, calor, interagindo com um personagem que pode ser “uma pessoa real” ou um ser fantástico, criado pelo programa que estamos usando. Continue lendo Realidade Virtual e Vida Real

Fé e Cidadania

Jesus e PilatosUma dificuldade no exercício da cidadania é a ideia que Política e Religião não se misturam. De fato, Religião é um valor cultural, um conjunto de doutrinas e preceitos que tentar intermediar a relação entre os seres humanos e a Transcendência.

Todavia, Religião não é Fé. É certo que quem tem Fé professa uma religião, de forma crítica e tendo-a como orientação e sentido de vida. Mas nem todas as pessoas que professam uma religião têm Fé. Fé é um dom, uma dádiva concedida por Deus a quem O procura em sinceridade de coração.

Jesus não nos mandou fundar religiões, nem nos tirou do mundo! Antes, nos enviou ao mundo como Ele mesmo foi enviado pelo Pai, Jesus Cristo propõe uma fé inabalável no Reino de Deus!

Fé impõe critérios éticos, e um deles é o exercício da cidadania – ou seja, a presença política de cada pessoa na sociedade.

Em tempos de eleição muita gente usa o nome de Deus, blasfemando e contrariando o Mandamento de Moisés (cf. Êxodo 20.7 e Deuteronômio  5.11) . Quem se denomina cristão, evangélico, católico, etc. e usa isso como valor político em benefício próprio, é blasfemo e hipócrita. Também pastores, pastoras e líderes religiosos que impõem candidatos(as) ao rebanho sob seus cuidados, são falsos pastores e blasfemos, pois deveriam apresentar e representar o Cristo em suas comunidades, e dar o bom exemplo de cidadania não promovendo voto de cabresto. Continue lendo Fé e Cidadania