Arquivo da tag: missão

Papo com um ateu

Debatendo_AteuParece piada, mas essa conversa aconteceu há muitos anos atrás, entre eu e um grande amigo que se dizia ateu. Ele era um acadêmico da área de exatas; na verdade, ele era meu professor de Cálculo de Predicados, o nome matemático da Lógica. Eu já estava estudando teologia e estava concluindo o curso de Matemática.  Vou chamá-lo de Carlos, mas na verdade ele era chinês, um grande professor e renomado matemático apesar de sua pouca idade, antes de 40 anos. Carlos era fluente em cinco línguas!

Naquela ocasião eu já era cristão. Estávamos sempre juntos resolvendo problemas de Xadrez na sala do Centro Acadêmico da Faculdade. Vez em quando ele puxava a conversa para o tema da religião.

_”Você diz que tem fé, não é, Caetano? Já imaginou se você gasta sua vida nessa fé e depois de morto descobre que Deus não existe?  Perdeu sua vida crendo numa bobagem!”

_”Já pensei nisso, sim, Carlos. E só me fez ficar mais firme na fé!”

_”Como assim?!?!” Continue lendo Papo com um ateu

Sobre Missão

O tema da Missão é recorrente na Igreja, porque é exatamente a Missão que dá sentido ao ser da Igreja. A Igreja existe para a Missão.

Entretanto, o conceito de Missão é muitas vezes reduzido ao simples “trazer novos membros”, ou seja, o objetivo da Missão é o crescimento da Igreja enquanto instituição. Assim, associado ao conceito de Missão surge o “marketing” religioso. A busca de novos membros se torna o centro da ação da Igreja, e assim, de certa forma, a fé, a bênção e a vivência religiosa se transformam em produtos de fácil consumo. Perde-se a perspectiva da vivência comunitária, da conversão, da Graça Redentora. Continue lendo Sobre Missão

Jejum e celebração

Durante a Quaresma, teoricamente devemos jejuar, abstendo-nos de algumas coisas simples que nos são importantes. Entretanto, quantas vezes já nos pegamos a reclamar da dificuldade que é fazer isso? Quantas vezes quase desistimos do jejum? É difícil, muito difícil deixar nossa zona de conforto e perceber que, para muita gente ao redor do mundo, nosso jejum é muito mais pomposo que tudo o que eles terão em suas vidas. Realmente nos importamos? Manifestamos, de verdade, esse amor que Jesus nos conclamou a seguir?

O auge deste amor é expresso na simples refeição que Jesus compartilhou com seus discípulos logo após o lava-pés. Mais que uma ceia memorial de pão e vinho, mais que um simples ato de ação de graças, a instituição da Santa Eucaristia tornou-se uma forma pela qual os discípulos de Jesus poderiam recapitular seu ato final de amor pela humanidade. Ao doar-se em corpo e sangue, ele se ofereceu em sacrifício por nós, e fez-nos parte de seu próprio Corpo. Ele compartilhou de nossas dores, e apesar de todo o sofrimento que estava por vir, amou-nos, incondicionalmente, até o fim. Continue lendo Jejum e celebração