Arquivo da tag: Tempo da Epifania

Profeta: ontem e hoje

Profeta Jeremias 1Está escrito no Livro do Profeta Jeremias:

1.4 A palavra do SENHOR veio a mim, dizendo: 5 “Antes de formá-lo no ventre materno, eu já o conhecia; e, antes de você nascer, eu o consagrei e constituí profeta às nações.”  6 Então eu disse: — Ah! SENHOR Deus! Eis que não sei falar, porque não passo de uma criança. 7 Mas o SENHOR me disse: “Não diga: ‘Não passo de uma criança.’ Porque a todos a quem eu o enviar, você irá; e tudo o que eu lhe ordenar, você falará. 8 Não tenha medo de ninguém, porque eu estou com você para livrá-lo”, diz o SENHOR.9 Depois, o SENHOR estendeu a mão e tocou na minha boca. E o SENHOR me disse: “Eis que ponho as minhas palavras na sua boca. 10 Veja! Hoje eu o constituo sobre as nações e sobre os reinos, para arrancar e derrubar, para destruir e arruinar, e também para edificar e plantar.” (Jer 1.4-10).

O texto narra o momento do chamado (vocação) de Jeremias, para ser profeta do Deus Altíssimo. A bela narrativa informa que Jeremias já estava escolhido antes de nascer.  E, apesar da resistência de Jeremias em atender ao chamado, Deus insiste em tom imperativo: “você irá”, “você falará”! Ao mesmo tempo, diz para o profeta não ter medo, pois Deus se compromete a estar com Jeremias para livra-lo em qualquer situação de risco.

Mas afinal, o que é ser profeta? que vocação é esta que envolve uma ação direta de Deus na vida de uma pessoa? Continue lendo Profeta: ontem e hoje

O Tempo da Epifania

A palavra Epifania significa “aparição”. Epifania é uma súbita sensação de entendimento ou compreensão da essência de algo. Também pode ser um termo usado para a realização de um sonho com difícil realização. O termo é usado nos sentidos filosófico e literal para indicar que alguém “encontrou finalmente a última peça do quebra-cabeças e agora consegue ver a imagem completa”. ( cf. Wikipédia).

A Igreja utiliza esse termo para se referir à manifestação de Cristo ao mundo inteiro. Isso é representado na narrativa do Evangelho segundo  São Mateus (Mt 2.1-12) sobre a visita dos “magos do oriente” a Jesus pouco tempo depois de seu nascimento.

Assim, a partir de 6 de janeiro – Dia da Epifania do Senhor, que no Oriente cristão é também celebrado o Natal – até o domingo de carnaval (Domingo da Transfiguração), a Liturgia da Igreja se expressa no Tempo da Epifania. As leituras e reflexões dominicais procuram testemunhar as manifestações do Cristo Vivo, encarnado em Jesus de Nazaré, a diferentes pessoas em seu tempo (e nosso tempo). Continue lendo O Tempo da Epifania